quinta-feira, 26 de maio de 2011

JIMMY SMITH: ORGAN GRINDER SWING

Álbum da pesadíssima do lendário organista Jimmy Smith, seguramente o real precursor do gênero acid jazz. Organ Grinder Swing é um disco que o homem gravou em 1965, período em que fazia parte do cast do venerável selo Verve. O disco é composto por jams registradas ao lado de figuras do calibre de Kenny Burrell (guitarra) e Grady Tate (bateria). Com essa formação enxuta, Smith parece bem a vontade em temas especialmente inspirados, como na arrepiante faixa-título e nas clássicas "Blues For J", "Oh No, Babe" e "Greensleeves", com um solo de quase 7 minutos (!)

Link: Jimmy Smith - Organ Grinder Swing (1965)

terça-feira, 24 de maio de 2011

BACKSEAT DRIVERS: WALKABOUT (2011)

Novo lançamento dos meninos do Backseat Drivers, banda garageira por definição, com certo acento 'black' e que, a um só tempo, faz a alegria de rockers e modernos de todos os matizes na noite paulistana. Sonzeira epiléptica, com influências de Bo Diddley, garage rock dos anos 60, punk da década de 70 e de abortos sonoros da cena underground nova-iorquinos dos 80.

Link: Backseat Driver - Walkabout (2011)

IGGY POP: NUGGETS (Skydog)

Iggy Pop, como todos devem saber, é aquele moço que canta naquela banda favorita de dez entre dez bilhões de jovenzinhos que se amarram em pagar de bacanas na internet. Na verdade, postar qualquer coisa do menino Iggy a essa altura do campeonato, é de uma estupidez e de uma redundância terrivelmente vergonhosas de minha parte. Mas como esse disquinho duplo possui faixas que até os mais descolados talvez desconheçam, e como anteriormente apenas eu mesmo havia postado esse negócio na web (aqui no Polimorfismo mesmo, inclusive), acho que tá valendo, então.

Link: Iggy Pop - Nuggets (1999)

THE GUN CLUB: MIAMI (1982)

Na época do lançamento desse segundo LP, o combo psycho-punkabilly do menino Jeffrey Lee Pierce tinha a difícil tarefa de superar (ou ao menos manter o mesmo nível) de sua genial estreia com Fire of Love. Produzido pelo líder do Blondie Chris Stein, para o seu selo Animal Records, Miami é um álbum menos vigoroso que seu antecessor, mas possui momentos igualmente preciosos. As intensas “Devil In The Woods”, “Slepping In Blood City” e a arrepiante cover de “Run Through The Jungle”, do Creedence Clearwater Revival, valem o espaço tomado no seu HD.

Link: The Gun Club - Miami (1982)

domingo, 22 de maio de 2011

Estivemos fora do ar por alguns instantes por falta de energia elétrica, retornamos agora à nossa programação normal... É isso aí, putada! o Polimorfismo voltou, e voltou pior do que nunca! E pra você garotinho juvenil que não consegue nem dormir direito após ouvir àquelas diabólicas maravilhas garageiras dos primórdios dos Stones e dos Pretty Things, este disquinho é uma compilação de muitos dos temas originais que essa moçada gravou antes mesmo de aprender a tocar. É o bê a bá da British Invasion em 27 lições!

Link: Stoned Alchemy - 27 Blues and R&B Hits That Inspired The Rolling Stones