quarta-feira, 26 de maio de 2010

A REVISTA POP APRESENTA O PUNK ROCK

Este post é meu tributo a um LP que foi muito importante no começo da minha adolescência. Mas nem se preocupem que não vou sair vomitando pieguices. Isso definitivamente não é do meu feitio. A Revista Pop Apresenta o Punk Rock foi lançado em 1977 pela extinta revista POP (uma espécie de BIZZ dos anos 70) e, claro, eu não peguei esse disco na época. Eu o descobri na estante do pai de um amigo. Foi ali que ouvi Ramones e Sex Pistols pela primeira vez, duas bandas que moldaram toda a minha concepção do que deveria ser reconhecido como 'boa música', seja lá o que isso signifique. O disco tinha também The Jam, Runaways, London (com a ótima "Everyone's a Winner"), o Ultravox, antes de virar uma daquelas bandas para homosexuais chatos, etc. etc. Esta compilação não é a coisa mais completa do mundo, mas tem seu valor histórico e realmente marcou a vida de muita gente, e isso não é pouco.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

THE SONICS: HERE ARE THE SONICS!!!

Primeiro álbum de uma das bandas mais influentes de todos os tempos. Sob a batuta do menino Buck Ormby (baixista dos Wailers e proprietário do selo Etiquette, que lançou o LP ) este simpático quinteto de Tacoma antecipa o punk e o hardcore em mais de uma década metendo bronca em pauladas imundas como as clássicas "The Witch", "Psycho" e a demencial versão de "Money (That's What I Want)". Uma tijolada daquelas na cara das senhoras da liga católica!

segunda-feira, 10 de maio de 2010

IKE & TINA TURNER: FUNKIER THAN A MOSQUITO'S TWEETER

Ao lado do impressionante River Deep Mountain High (1966) - um dos mais monstruosos exemplos da megalomania do produtor Phil Spector -, este Funkier Than a Mosquito's Tweeter é o melhor registro do casal Ike & Tina Turner. Quem só conhece o trabalho da moça através daquelas xaroposas músicas do período em que ela despontou no mainstream como solista em meados dos anos 80, precisa ouvir esta maravilha aqui. Os vocais rasgantes e as selvagens intervenções funky cheias de lascívia da banda do maridão 'carinhoso' Ike, provam que eu não estou falando besteira. A sinuosa faixa título (famosa na voz de Nina Simone) e as sensacionais versões para "I Want To Take You Higher", de Sly & The Family Stone e "Whole Lotta Love", do Led Zeppelin inscrevem-se como algumas das melhores performances de r&b de um grupo nos anos 70.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

LADY DOTTIE & THE DIAMONDS (2008)

Este é o primeiro álbum de Lady Dottie and The Diamonds, banda liderada pela americana Dorothy Mae (64 anos), uma veterana da cena de R&B que começou a carreira como cantora gospel no sul dos EUA. Formado na cidade de San Diego, o grupo soa como se o MC5 fosse uma banda de apoio para cantoras como Etta James ou Ella Fitzgerald. As influências vão de grupos garageiros sessentistas como The Sonics à nata da música negra norte-americana: Otis Redding, Ike & Tina Turner, Billie Holiday, James Wonder, Sam Cooke, Robert Johnson, Bessie Smith, Muddy Waters, Betty Davis, etc. Disco indicadíssimo para fãs de Bellrays e Detroit Cobras.

domingo, 2 de maio de 2010

UNCLE BUTCHER & MARGARET DOLL ROD EM MAIS UM BELO LANÇAMENTO DA SQUOODGE RECORDS!

A Squoodge Records, selo austríaco especializado nos lançamentos dos 7 polegadas mais quentes da cena de garage, blues e punk music na Europa, acaba de lançar Opening The Golden Gates, single que traz Margaret Doll Rods (Demolition Doll Rods) e Marco Butcher (The Jam Messengers) juntos. O single foi gravado no estúdio Submarine do produtor paulista Clayton Martin que, além de ter gravado e produzido o disco, ainda fez uma participação especial tocando gaitas em uma das faixas.

O single traz duas músicas carregadas do espírito da JAM. "The Groove" leva você de volta ao Delta e sua crueza direta e intensa como os velhos e bons spiritual songs, já "The Best Is Yet To Come" é um boogie woogie vindo de algum lugar entre Marte e o melhor da saudosa Motown com sua soul music! Musica para fazer dançar. O vinilzinho faz parte da coleção ABC da Squoodge Records, ou seja, é uma edição limitada que vem em capa especial é também um poster e conta com os dois tracks do mesmo lado da bolacha facilitando assim a vida do DJ.