terça-feira, 15 de setembro de 2009

IMPOSSIBLE BUT TRUE: THE KIM FOWLEY STORY (Ace Records)

Mapear a produção do ultraprolífico músico, ativista e agitador cultural Kim Fowley - figura mitológica do cenário musical de Los Angeles nos anos 60 -, não é tarefa fácil. Mas num breve retrospecto é possível dar ao menos uma ideia do grau da importância e influência exercida por ele na música pop dos últimos 45 anos. Seja como músico, seja como produtor, empresário ou descobridor de talentos, o homem já fez de tudo. De doo wop a pré-punk, de psicodelia a glam, de punk a heavy metal.

Figura notória da cena rock californiana desde os anos 60, Kim foi empresário de Doris Day, era amigo de gente como Jim Morrison e Charles Manson (!!!), tocou nos Mother of Invention, de Frank Zappa (no álbum Freak Out!, de 1966), produziu trabalhos para uma lista interminável de artistas: Gene Vincent, The Seeds, Family, Slade, The Runaways, etc. Como "descobridor de talentos" revelou de Johnny Winter a Kiss, passando por Mötley Crüe e Guns N' Roses. Suas músicas foram gravadas por artistas das mais diversas matizes: The Mummies, The Byrds, Sonic Youth, Kiss, Red Kross, Anthrax, Teenage Fanclub, Nirvana, etc. etc. Em pouco mais de 30 faixas, esta antologia se propõe ao quase impossível: dar uma geral na carreira de Kim Fowley, compilando material que vai desde gravações solo do músico, passando por registros de algumas de suas inúmeras bandas (Hollywood Arglyles, The Victors, Spider, The Rangers), e faixas que ele produziu para artistas como Gene Vincent, The Seeds, Soft Machine, Paul Revere & the Raiders, entre outros. Disco impresindível para curiosos e fãs do melhor rock 'n' roll.

Link: Impossible But True: The Kim Fowley Story