segunda-feira, 3 de março de 2008

HERE AREN’T THE SONICS “23 SOUTH AMERICAN BANDS PLAY THE SONICS”

Discos tributo geralmente suscitam reações de desconfiança. Este Here aren’t The Sonics é um dos casos em que o conceito de tributo assume, de fato, seu verdadeiro significado. Aqui a picaretagem passou longe! O disquinho é uma ótima compilação que reúne algumas das mais representativas bandas de garagem da América do Sul, prestando uma sincera homenagem aos Sonics – talvez a mais importante e influente banda do gênero.

Surgidos em 1960, na cidade de Tacoma, no estado de Washington (noroeste dos EUA, próximo ao Canadá), os Sonics promoveram uma verdadeira revolução ao transgredir barreiras que, até então, pareciam intransponíveis, subvertendo o rock ‘n’ roll e o blues britânico em três acorde executados com fúria e intensidade. Tais características fizeram com que a posteridade os reconhecesse como precursores do punk. É aquela velha história...

Num belo dia, o menino Buck Ormby, baixista dos Wailers e proprietário de um pequeno selo local, a Etiquette Records, os encontrou num porão onde ensaiavam. Buck, que estava à procura de algo diferente para lançar pelo seu selo, ficou atônito ao ver aqueles caras tocando. Sobre isso, ele chegou a afirmar: "Eu estava procurando por algo novo, algo que fosse diferente das outras bandas, uma banda que fizesse minha cabeça... quando eu entrei no porão do Bob (Bennet, baterista dos Sonics) e ouvi aquela explosão sonora... neste momento eu senti que havia achado algo! Gostei da guitarra, pois tinha um timbre sujo e selvagem, o vocal era extremamente alto e aos urros!".

Através de gravações simples, realizadas em dois canais, o grupo valia-se apenas de sua imaginação para conseguir driblar a falta de recursos da época. Na tentativa de potencializar e distorcer seus instrumentos, os irmãos Larry e Andy Parypa (guitarra e baixo, respectivamente) mexiam nos microfones, faziam estranhos experimentos como perfurar os auto-falantes dos amplificadores com picadores de gelo, congelavam fios e aumentavam as resistências dos circuitos até queimar. Tudo para dar à banda a sonoridade necessária que chegasse aonde eles queriam: o som mais pesado, sujo e alucinado jamais feito.

Em Here aren’t The Sonics, você encontra 23 petardos sônicos em versões executadas por bandas de respeito como Thee Butchers´ Orchestra, Los Peyotes, Manganzoides, The Tormentos, Motosierra, Hablan por la Espalda, The Hates, Fuzzfaces, entre outras. É uma violação!

Link: Here aren't The Sonics - 23 South American Bands Play The Sonics